Minha New York Experience

Minha New York Experience

E é com a Olivia no colo que eu finalmente sento para contar um pouco sobre tudo o que se passou aqui em New York há poucos dias!

Vocês devem ter acompanhado meus passos semana passada quando Érika e eu recebemos aqui na Big Apple nosso primeiro grupo do projeto New York Experience. Por 7 dias corridos 5 mulheres vivenciaram experiências que culminaram com a descoberta da melhor imagem de cada uma delas.

No primeiro dia elas entenderam um pouco mais da logística da semana e já foram visitar uma loja de óculos, a Three Monkeys, no SoHo e foram apresentadas a tendências em óculos de sol e receberam sugestões para escolha de óculos considerando formato do rosto, personalidade e coloração pessoais. Claro que estando por ali aproveitamos para um almoço delícia na Little Italy.

11406709_517567118391083_4001993420078580674_nNo domingo o dia foi de grandes descobertas pessoais. Trabalhamos com análise de cores pessoais e medições do corpo para entendermos melhores cortes de roupas e como camuflar o que elas não gostavam. Entender que somos belas nas nossas diferenças e que estas diferenças quando contempladas nos fazem ainda mais belas foi o grande ensinamento do dia. Além disso tivemos workshop sobre a história da moda e outro com dicas de consultoria de imagem e estilo. Conhecimento entregue sob medida.11109731_517954761685652_2238020984214653132_nA segunda-feira foi nosso dia Hi-Lo, nossa primeira parada foi em uma loja de lingerie no Upper East Side para medições de sutiã. Nada mais importante que base e suporte. O sucesso do visual de uma mulher começa por aquilo que é menos visto – lingerie! É um bom sutiã que ajuda a esculpir o corpo e algumas vezes um modelador que completa o suporte e desenho do corpo. Não, não é “171”, é se valorizar nos menores detalhes! Depois fomos a duas butiques onde pudemos ver peças diferenciadas de designers renomados e concluímos o dia aprendendo que o barato também é chic! Fomos a uma loja de descontos montar looks e aprender sobre caimento e efeito das cores.

A terça-feira foi um dia planejado com muito carinho. Visitamos o Show Room da Ana Maria Macedo que nos apresentou sua coleção linda!! Cada vestido criado com muito cuidado e sem qualquer economia de tecido ou materiais, caimento perfeito com qualidade só podem vestir bem. Não teve quem não se entregou às rendas e fluidez dos vestidos da Ana. Saindo do show room nosso destino foi o museu de moda do Fashion Institute of Technology onde pudemos conferir o que as capitais da moda no mundo trouxeram para nós nas últimas décadas. De Alexandre Herchcovitch a Christian Dior a moda nos encanta e foi assim na exposição.

18906_519394111541717_4915695560036040786_nIMG-20150610-WA0003Quarta-feira foi a vez de visitarmos a Saks Fifth Avenue! Primeiro uma aula de maquiagem com Gucci e seus profissionais TOP TOP TOP coordenados por Jeanie que conduziu tudo com maestria e Godiva! De-lí-cia!! Depois de lindas e sabendo tudo sobre maquiagem seguimos para um espaço reservado exclusivamente dentro da Saks para nossas mulheres maravilhosas e o Christian (@tidbits4christianrivera)– Personal Shopper da loja, nos apresentou as tendências do momento em New York City. Uma experiência refinada e elegante para mulheres do mesmo estilo!

11406872_519104341570694_2689582415498258617_nChegou a quinta-feira e um momento de papo cabeça, a psicologia da imagem. Mariana Baldo, nossa Consultora Junior e psicóloga abordou a construção da auto imagem desde a infância e como isto influencia nossas escolhas na moda. Tudo isto aconteceu no Upper West Side em uma loja de design exclusivo que nos recebeu com sua coleção de verão versátil e elegante.

IMG-20150611-WA0069(Echarpes Moça Prendada)

 

A sexta-feira e último dia tinha que ser especial e foi com espumante que brindamos à semana e nos preparamos para a celebração que viria à noite. Passamos uma tarde no Carlos Lobo Salon onde os profissionais fizeram maquiagem e escova em todas e ainda usaram as tesouras em duas corajosas. Assim, produzidas, lindas e felizes fomos jantar no Armani Ristorante e abrimos nossos corações sobre a saudade que já começamos a sentir.

11535819_520389961442132_587966870706950410_nEste texto pode parecer trivial, banal, até mesmo apenas uma descrição de agenda; mas nós que vivemos cada um destes momentos sabemos que foi muito mais que isso. Foi uma semana de destruição e construção. Destruímos conceitos e pré conceitos para construir conhecimento, aprendizado e auto estima. Depois desta semana as cinco mulheres são mais poderosas, mais seguras e sim mais lindas, mas de dentro pra fora.

10954938_519921538155641_5284143708831851314_nSe você conhece alguma delas, observe o brilho no olhar, o sorriso sincero e o estilo confiante! Elas são mulheres que se permitiram descobrir sua mais nova versão, sua melhor versão que já entrou em cartaz aí no Brasil, nas passarelas de Cascavel!

E para matar a saudade que já está em nossos corações, ficou um aroma do New York Experience desenvolvido especialmente pelo projeto pela Fezz Aromas!

aromaObrigada a todas vocês por fazerem da sua New York Experience a minha melhor Experience!

Foi tão bom que em breve vem aí mais uma edição! Acompanhe as novidades pelo Facebook e em breve também pelo Instagram! Informações por e-mail!

by

assinatura 2

Eu não caibo mais nas roupas que eu cabia!!

Mais uma vez a letra de uma música cai bem com um artigo meu! Eu definitivamente não caibo mais nas roupas que eu cabia! Mas, EU VOU ME ADAPTAR!

A consultora de imagem engravidou, e agora? E agora ela tem problemas que nunca teve e vai compartilhar com vocês a saga de se vestir com um corpo “que não é o seu”. A descoberta da gravidez vem com algumas surpresas físicas, no meu caso, nenhuma. Não fosse a ecografia provando que há um baby crescendo dentro de mim, eu não teria pista alguma até poucas semanas atrás quando algumas roupas começaram a apertar.

O mais difícil não é a moda, em geral as pessoas sabem as regras do que cai bem em um corpo “grávido”. O mais difícil é a adaptação com este novo corpo, é aceitar que a cintura já não existe mais e que o seu Estilo tem que mudar no vestir, mesmo que não tenha mudado na personalidade. Isto é um processo, e até neste ponto a natureza á sábia, lhe dando tempo para adaptar, mudando o corpo pouco a pouco.

Estou com 4,5 meses, ou como preferem os médicos, 18 semanas, sigo usando as minhas mesmas roupas de antes, apenas tenho uma seleção muito menor de opções. Tenho sorte de que é verão aqui no hemisfério norte, então shortinhos e vestidinhos seguem uma ótima opção. Porém, todos os modelitos que eu sempre adorei por que marcavam bem minha cintura já estão abandonados há algum tempo no armário.

Vamos então às minhas soluções! Por ser verão, não precisei pensar em usar calças ou jeans e os vestidos soltinhos ainda são minha maior aposta. Logo que o peito aumentou era extremamente necessário suporte para os seios e por conta disto a escolha tinha que ser por vestidos com alças mais largas. O comprimento não importava muito, pois a barriguinha seguia super discrete e mesmo em vestidos mais justos, não marcava nada. Porém, o desconforto de algo muito justo, como uma saia na cintura já passou a ser inviável.

Sugestão? Abuse de vestidinhos!

    alca larga longo vestido alca larga

Como disse, aqui é verão, então é possível usar shortinhos. No meu caso, como alguns dos meus modelos favoritos eram “boyfriend”, portanto mais larguinhos, mas logo eles já não fechavam. Alguns foram dispensados, outros, de tecido mais leve puderam ser adaptados com uma faixa como cinto cobrindo o botão que, discretamente, já não fechava.

Esta alternativa requer muita atenção e cuidado, pois facilmente o fecho abre e pode mostrar mais do que deveria. Tenha certeza de apenas usar esta “técnica” enquanto a barriga for realmente mínima e principalmente quando houver o Segundo botão interno. O Segundo botão permite que você feche o botão principal na cásea (alguns chamam de casa mesmo) secundária e oferece uma certa folga e garantia de não abrir e lhe causar desconforto ainda maior!shortinho com blusa foffa

Para garantir que estes shortinhos realmente não mostrassem a adaptação que fiz por uma ou duas semanas, camisetas mais longas foram a melhor opção. Nada de baby look ou regatinhas justinhas que começam a subir na barriga. Se a ideia é manter a elegância, não podemos dar margem! As blusinhas mais soltinhas são a melhor opção no caso de usarmos um shortinho ou mesmo, em climas já mais fresquinhos, calças no segundo botão. Elas equilibram o visual e disfarçam o fechamento da cintura.

 oops, esta sou eu!!!

vestidinho

Com o passar do tempo os shortinhos já não são mais uma opção. Agora conto com poucos vestidinhos que não apertam e em breve vou inaugurar as primeiras compras de roupinhas de grávida. Pelo menos por aqui consegui encontrar algumas peças bem charmosinhas. Mas isto é papo para outro post!

O vestidinho da esquerda é da Zara e recebeu uma faixinha, que antes não era necessária, para não criar um visual balãozinho com o volume da barriguinha que começa a aparecer.

Música do artigo de hoje: Não Vou me Adaptar, por Nando Reis

Música do artigo sobre cores: Eu vejo flores em você, por Ira!

by

assinatura 2

Personal Shopping? Não, Smart Shopping!

clocksFazer compras pode ocupar várias horas da sua agenda, ser cansativo e para algumas pessoas ser uma dor de cabeça sem fim. Você é uma destas pessoas? Você acha que fazer compras acertadas é uma tarefa complicada e mesmo irritante? Você cansa só de pensar na “muvuca” das lojas e no agito dos shopping centers? Seja você mulher ou homem, isto pode fazer diferença na sua vida. man hate shopping  Você já parou para pensar se fazer compras com um profissional da área não seria a grande solução para seus problemas? Um profissional de Consultoria de Imagem, que lhe conheça bem e saiba seus objetivos pode fazer suas compras para você, with or without you (com ou sem você).  A trilha sonora do U2 é opcional. Todo o peso do trabalho sairá dos seus ombros e você ficará livre para aproveitar um Happy Hour com os amigos! Mas então, o que muda quando você contrata uma Consultora de Imagem para lhe ajudar com suas compras? Para início de conversa, o “pré compras”! Quando a Consultora de Imagem vai às compras para (ou mesmo com você) muito (ou todo) trabalho de pernas que você fará será na academia. Antes da sua sessão de compras sua consultora vai às lojas e faz a pesquisa por você. Ela descobre os melhores lugares para ir com você e pode até mesmo já deixar tudo previamente separado para sua ida à loja. Dependendo do perfil do cliente e de suas necessidades parte do trabalho é feito online. Porém, mais frequentemente é feito direto nas lojas, afinal os modelos até podem ser vistos pelos sites, mas o caimento e a cor real só podem ser verificados pessoalmente pois pedem muita atenção. A maior diferença está no conhecimento sobre você! Tudo o que descobrimos sobre linhas, cores, estilo e caimento na sua consultoria inicial é aplicado para escolha do que lhe cai bem. Você não tem com o que se preocupar e apenas a parte divertida das compras entra na sua agenda. Agora, se você adora fazer compras e quer aprender mais sobre seu caimento, cores e estilo pessoal, ir às compras com sua Consultora de Imagem é o que faz toda a diferença. Sim, ainda assim haverá a sessão de pré compras. Afinal de contas, seu tempo na loja tem que ser eficaz, apenas sobre você suas preferências, bem estar e sucesso! É bem possível que, dependendo da política da loja e disponibilidade de tempo, sua consultora já reserve algumas peças para você ter seu tempo ainda mais otimizado. Se você valoriza seu tempo e seu estilo, ter uma consultora de imagem é uma grande pedida. Agora imagine isto tudo em NYC? Ahhh Este é o grande diferencial que seu guarda roupas e seu sucesso estão aguardando. Veja os serviços acima e entre em contato! by assinatura 2

Está em oferta!! Será que vale mesmo?

Muitas vezes – na maioria das vezes até – não planejamos nossas compras de roupas ou acessórios. Ela simplesmente acontece! É como se as oportunidades se materializssem na nossa frente apenas para nos testar. Acho que as mulheeres possuem um chip microscópico configurado para farejar liquidação à qualquer distância, principalmente quando o orçamento está apertado. E quando chegamos na metade final de uma estação então…. Ai ai!! É liquidação de todos os tipos em todos os lugares!  Se por acaso o seu chip não estiver funcionando bem, aqui vai uma mãozinha!

(Clique para saber as sample sales em NYC esta semana!)

sale Entretanto, se seu radar de liquidações está perfeitamente ajustado, você já deve ter encontrado algumas barbadas esta semana. Tendo você já feito sua descoberta semanal, é sempre importante saber se na verdade este precinho camarada é uma boa compra. Como podemos sabe risso? Matemática pura e simples!

Se você, como eu, não é um às da matemática, mas é uma consumidora inteligente, você também se preocupa com o dano que satisfazer seu prazer de compras pode causar no seu orçamento. Vamos usar um vestido como exemplo. Imagine que você encontrou um vestido lindo na cor amarela. Ele custava R$ 345.00 no começo do inverno e agora esta por apenas R$ 170,00 (mais de 50% de desconto) e você se joga e compra o vestidovictoria beckahm mustard dress!

Vamos dar uma olhadinha no seu estilo de vida:

1. Você é enfermeira e passa a maior parte do dia no hospital em seu uniforme.

2. Você vai à academia 3 dias por semana e estuda italiano duas noites.

3. Você é solteira.

4. Você sai para dançar com suas amigas todos os sábados.

5. Você fez sua consultoria de imagem  e aprendeu que o amarelo é uma cor que cai bem para seu tom de pele e que linhas retas evidenciam suas características favoritas e combinam com sua personalidade de moda. O comprimento está adequado com suas proporções e o modelo do vestido disfarça o que você não gosta tanto no seu corpo. *Sortuda!*

Agora que já sabemos todo o cenário a pergunta é; quanto você pagaria para usar este vestido apenas uma vez? R$ 15,00? R$ 10,00? Quem sabe mais ou menos? Pense em um valor razoável, não deixe sua emoção tomar conta, é hora de usar a razão!

Combinado, R$ 15,00! Quantas vezes você usará este vestido em uma semana? Quantos dias no mês? Quantos meses no ano? Qual o total previsto de uso por ano? Este vestido poderá ser usado no ano que vem tamb’ém? Este amarelo é uma cor que seguirá sendo usada? Você amouuuuu o vestido? A qualidade do vestido é boa? Ele vai resistir à lavagem e ao tipo de manutenção que você dá às suas roupas?

Após calcular direitinho, você entendeu que poderá usar o vestido 4 vezes este ano, e possivelmente mais 4 no ano que vem (algo como uma vez por mês fresquinho). O preço dividido por 8 é R$ 11,33 e você havia decidido que pagaria até R$ 15,00 para usá-lo apenas uma vez na vida?!?! Wow! O vestido é seu, guria! Vá lá e compre, já!

Mas, sempre seja fiel à sua consultoria de imagem. Um achado é apenas um bom achado se ele deixar seu corpo, rosto, coloração e conta corrente lindos e saudáveis!

Faça compras espertas!

By

assinatura 2

* Situação imaginária!

Hoje o papo é contraste!

Você já parou para pensar qual o seu contraste natural? Sabemos que em termos de cores o preto e o branco são o máximo possível de contraste, mas este contrast equivale ao que quando pensamos na nossa coloração natural? Nossa pele, cabelo e olhos compõe nossa coloração natural e a diferença de cor entre eles gera contraste. Quem tem cabelo preto e olhos claros com pele clara tem contraste alto. Já pessoas de cabelo escuro, pele escura e olhos também escuros têm menor contraste.

Ok, mas o que isso tem a ver com suas roupas? TUDOOOO!!! Seu contraste, natural ou criado no salão ou na praia, permite melhor combinação com diferentes contrastes de cores nas suas roupas. Vamos então dar uma olhada em exemplos de celebridades com diferentes cores de cabelo e consequente mudança no contraste de suas cores?

ashley-tisdale-celebrity-hair-colorAshley Tisdale está linda com as duas cores de cabelo. Quem diria outra coisa? Eu que não! Não entrarei no mérito quanto as cores corretas ou não, mas o que vemos que ela fez muito bem foi a escolha por menos contraste quando o cabelo estava claro, e cor de maior contraste quando o cabelo estava escuro. Assim, equilibrando as cores da roupa com seu contraste natural.

Não quero dizer que loiras não possam usar roupas com cores mais intensas. Elas podem! (Algumas devem!) Elas têm apenas que prestar atenção às cores que usarão no look todo. É na escolha das cores que o contraste deve se repetir, valorizando seu contraste natural, ou aquele vigente com sua escolha de cor de cabelo. Se sua coloração é inverno, você ainda usará suas cores vibrantes, mas as cores que compõe seu look serão tão contrastantes quanto seu cabelo, olhos e pele esteja seu cabelo claro ou escuro!

crystal-renn-celebrity-hair-color Crystal Renn parece ter escolhido cores bacanas nos dois looks, mas você percebe que a mesma cor de batom aparece muito mais quando ela diminui seu nível natural de contraste com o cabelo platinado?  Se ela escolhesse uma cor de batom também mais clara, ela ficaria linda.

emma-stone-celebrity-hair-color_0Emma Stone na minha opinião fica linda com qualquer cor de cabelo! E ela engana mesmo a mais eximia especialista em análise de cores. Mas, vamos focar no contraste. Quando ela está com seu cabelo loiro natural, ela tem baixo contraste. Entretanto, quando ela troca a cor pelo lindo vermelho, que ela bem sabe que combina com sua pele, ela aumenta o nível de contraste que ela pode usar nas suas roupas. Assim ela pode escolher cores mais distantes entre si na paleta de cores e usá-las para compor seu look.

zoe-kravitz-celebrity-hair-color

Zoe Kravitz diminui seu contraste natural quando ela faz luzes. Então, isto quer dizer que… ok, você já sabe o que isto quer dizer! Que tal agora dar aquela olhadinha no espelho e descobrir qual seu contraste atual de cabelo, olhos e pele para entender como você pode brincar com as cores nos seus modelitos?

Me conta, ok?

by

assinatura 2

 

 

 

 

 

 

 

Mostre suas curvas com orgulho!

Se tem algum assunto em consultoria de imagem que eu admiro quem se especialize é a clientes “plus size”. Em outras palavras, Consultoria de Imagem para as gordinhas. No Brasil o padrão de beleza é muito diferente do padrão americano. Lembro que alguns anos atrás ao visitar um casal na Flórida, meu amigo ao me cumprimentar perguntou se eu estava bem, se referindo à minha magreza. Quem me conhece pessoalmente sabe que sou magra, mas não ao ponto de parecer doente. Entretanto, para o padrão americano eu estava esquelética. As mulheres mais corpulentas no Brasil são consideradas a média por aqui e a tolerância ao excesso de peso é muito maior que a nossa cultura permite.

Vou deixar de lado todo o papo saúde que é comum quando este assunto vem à tona. Quero contemplar apenas o direito (e dever) que temos, independente do peso que temos, de sermos, estarmos e nos sentirmos bonitas. As técnicas de Consultoria de Imagem são aplicadas a todos os tipos de corpos sejam eles PP ou GG.

Semana passada fui a um show aqui em NYC e fiquei chocada com o visual de uma menina que estava perto. Me perguntei muito sobre escrever ou não sobre o assunto. Bem, primeiro me certifiquei de não mostrar os olhos dela, por respeito. A pergunta que não me sai da cabeça é, será que teria sido mais difícil para ela se vestir de maneira que ela ficasse linda do que foi para ela ficar com este visual tão descuidado? Aí pensei em todos as razòes psicológicas que podem a ter levado a construir esta imagem e mesmo nos contratempos que podem ter causado o mesmo. Será, por exemplo, que ela não estava lindinha, com vestido bacana, na casa de uma amiga e rasgou o vestido tendo que vestir o que a amiga pode emprestar ou perderia o show? Juro que achei mil outras razões absurdas para entender, mas a própria postura dela me remetem apenas à razão mais provável…

Ela simplesmente não percebe a imagem que está construindo! Sim, o desconhecimento é o maior culpado dos absurdos que – todos nós – cometemos uma vez ou outra na vida. É por isso que insisto que minha clientes devem aprender comigo e não me “obedecer”.

Vamos lá.. observem a menina em questão:

nono pleasse

 

Este poderia ser o jogo dos 7 erros da Imagem Pessoal mais fácil de todos os tempos…

Primeiro, sutiã aparecendo. Não vamos falar dos casos em que aparece um pouco da alça, ou que a alça é da mesma cor da blusa ou qualquer outro… vamos falar apenas que há sutiãs com cortes diferentes para cada tipo de blusa/vestido. Neste caso, além da cor o modelo estava errado (ouso dizer que até o modelo em função do tipo de corpo dela, deveria ser outro). Acho que isto já nos leva a 3 erros!

Próximooooo! O modelo do vestido. Peitos grandes pedem suporte e alças forte e largas. Tem que haver estrutura para deixar o corpo mais firme e elegante. Ainda poderíamos dizer que um tecido de malha levinha também não funciona para o suporte necessário.

Quinto? Quando o corpo é curvilíneo, qualquer coisa que aperte, marca e deixa um aspecto de que a roupa é menor que a dona. Até mesmo um corpo magrinho fica parecendo salsicha quando a roupa é muito justa. É claro que ela poderia estar com um vestido justo, mas não com alças ou costuras apertando.

Erro número seis, o comprimento. Vocês conseguiram ver que ela estava com shortinho por baixo? Então, era uma blusa longa ou um vestido curto? Pelas proporções dela ficou parecendo que o vestido estava curto e ela colocou o shortinho por baixo por proteção.

Ahhh vamos dar a mão à palmatória neste caso… Um sortinho – justinho, tipo de academia – por baixo de vestidos ou saias curtas cai muito bem. Mas um shortinho jeans, apenas se for uma blusa. Então, o erro dela foi no comprimento.

Vamos ao 7? Rápido, huh?! Postura. Se ame! Sentada, andando, independente de sua posição, mantenha a postura! A postura é meio caminho andado para uma boa imagem. Com a coluna ereta todo o resto do corpo vai para o lugar e a roupa tem um caimento muito melhor. Isto, sem falar que você não fica com jeito de quem não está valorizando nem a si mesma, quanto mais às pessoas ao redor ou o evento que prestigia.

Ah, você quer que eu fale do cabelo? Não.. falei em jogo dos 7 erros, vou parar por aqui! Mas, de quebra deixo um exemplo muito fofo que a nossa amiga aí de cima poderia copiar no próximo show que for. Olhem como uma gordinha pode ficar linda num vestidinho!

curvy2

Ah, clicando na foto você vai para o blog dela, Sprinkle of Glitter, muito fofo.

Enquanto isso, se você precisar de dicas mais pessoais sobre o seu caso… Entre em contato pelo nosso novo email fofo: wow@licidiniz.com

by

lici tag 60x60

 

Do Verão de NYC para o Verão do Brasil!!

O verão nem bem deu as caras por aqui e o ventinho de outono já começa a soprar e traz com ele mega liquidações por toda a cidade! Se você está vindo para cá nos próximos dias, aproveite!

Embora a liquidação seja de verão, prepare-se para encontrar muitos itens que no Brasil usamos na primavera ou mesmo no outono. Por que? Em Nova Iorque o verão é curto e – embora se ouça dizer que torrencialmente quente – nem perto do que estamos acostumados no Brasil. Isto sem falar que por aqui tudo é climatizado e o calor mesmo é só na rua. Assim, manguinhas, casaquinhos e calças e mesmo sweaters leves são facilmente encontrados. APROVEITE!

Não importa qual seu estilo, orçamento ou necessidade há liquidações para todos os lados.

SALE

 

Se preferir, dê uma busca online e veja o que pode esperar de cada loja. Ah, muitas vezes online a variedade é maior e muito mais fácil de escolher. Como aqui a troca ou devolução é muito fácil e simples, aproveite e compre antes de vir, mande entregar no hotel e se precisar, devolva na loja. Ah, não esqueça de ter em mãos o cartão usado para a compra.

Entretanto, não esqueça de fazer uma boa análise do guarda roupa existente antes de se jogar nas compras. Nenhuma compra sem pensar é boa e roupa barata parada é investimento ruim.

Se você se liga em tendências, lembre que o verão 2015 promete abusar de listras, cores cítricas e candy, tecidos fluidos, transparências, fibras naturais e mega brincos!

Caso tenha dúvidas ou queira transformar suas compras numa experiência inesquecível e de ganho eterno, entre em contato comigo!

By

lici tag 60x60